quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Vamos animar!



O Oscar é mais ou menos como o Carnaval. A gente reclama da obsessão monotemática das semanas que o cercam, mas no final acaba entrando no clima. Até porque é quase impossível se esconder do assunto. Até quem não viu nada acaba fazendo suas apostas .
Este ano a premiação foi quase completamente metalinguística: os dois grandes favoritos prestavam uma belíssima ode à história do cinema e a dois grandes ícones das telas grandes. O Artista, que fala da transição do cinema mudo para o falado, presta suas honras ao grande Fred Astaire. Já A invenção de Hugo Cabret usa toda a magia da tecnologia atual pra reconhecer a parte que cabe a Georges Méliès como grande precursor da mágica das ficções científicas. Vocês, fãs dos Spielbergs e George Lucas da vida, têm muito a agradecer a esse senhor, viram? Espiem só este curta e entendam do que estamos falando. E não desanimem pelo fato dele ser mudo, não! Vale cada minutinho ;-)
Ah! Um pequeno obs: sabe aquele clipe do Smashing Pumpkins que todo mundo ama? Cem por cento inspirado em Papa Georges! (Ih... será que etregamos a nossa idade com essa?)

Mas o que tudo isso tem a ver com a gente, oras? Além da mágica, das narrativas e de uma dose cavalar de história do Cinema, este ano temos mais um link especialíssimo. Pra quem não sabe, o Oscar tem uma categoria só pra animações. Na verdade, duas: uma para longa-metragens e uma para curtas. Animação tem tudo a ver com ilustração, que tem tudo a ver com a gente, né? Mas não é só isso! Esse ano o curta de melhor animação foi sobre... LIVROS! E já que o Oscar pode ficar puxando sardinha pra brasa dele, nós também podemos puxar pra nossa. Apaga a luz, pega a pipoca e vamos ver juntinhos à The Fantastic Flying Books Mr. Morris Lessmore.
O desafio está lançado: quem não derramar nenhuma lagrimazinha é mulher do padre =) E nem precisa ser alfabetizado em inglês pra se emocionar. Aparentemente esse é o ano dos mudos ;-)


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Com que roupa?

(Atenção: antes de ler, aperte o play aqui embaixo.)
Carnaval Escrita Fina by luiza costa on Grooveshark

Chegou-ooooo-ou a Mangueira chegou-ooo-ou a semana pela qual nós passamos o ano inteiro esperando. É carnaval, folia, confete, chuva, suor e cerveja (mas essa, só pra quem é maior de idade). É samba no pé, miniguarda-chuva de frevo, carros-pipa matando o calor, fila de banheiro químico, Portela na Avenida, fantasias purpurinadas... enfim, aqueles quatro diazinhos onde a ordem natural das coisas é completamente subvertida e tudo é permitido (com moderação, se faz favor!). A época do ano que contagia todo mundo e é impossível ficar de mau humor. 
É bem verdade que nem todo mundo é fã do baticum, mas nem por isso deixa de ser folião. Tem o bloco dos Unidos da Música Clássica, que aproveitam o feriado pra botar em dia toda a sua erudição; tem o bloco do Odeio Carnaval, Mas Vejo Desfile de Escola de Samba Escondido (conheço um mooooonte); tem também os Alternativos Unidos, porque quem não gosta de sambar também tem direito a carná; tem o grupo do Me Deixa que Eu Tô Sossegado, que prfere curtir a festa da carne numa relax, numa tranquila, numa boa... e o nosso preferido: Bloco "Eu Leio Sim, Estou Vivendo. Tem Gente que Não Lê e Está Morrendo". E é pra eles que a gente faz o convite: vem curtir a Acadêmicos da Escrita Fina, vem!
A estrela do nosso carnaval é ninguém menos que Noel Rosa, porque aqui ninguém brinca em serviço. Noel, o menino da Vila é a folia em forma de livro. A união do melhor dos dois mundos: fuzarca e literatura! Tem como entrar mais no clima do que isso? Afinal, aficcionados por livros, como nós, não coneguiriam ficar QUATRO dias consecutivos sem ler nada, né? 
Vocês podem ainda não saber com que roupa vão ao samba, mas o livro já tá na ponta da língua!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A maré tá pra pirata!


Não precisa ser Mãe Dinah pra saber que o nosso ano vai ser promissor. É só bater um papo com a nossa equipe e ver que o trabalho aqui não para não para não para, não! Então, meus caros, se a premissa da parábola da Cigarra e da Formiga for verdadeira, aguardem uns cinco Jabutis pra gente (todos cruzam os dedinhos!). Mas não seria por isso que o povo aqui ficaria blasé com a indicação de  Um pirata muito só, da Denise Crispun, pro Catálogo de Bolonha desse ano. Muito pelo contrário! Abrir a porteira com uma nomeação da FNLIJ só pode ser bom presságio. Estamos todos saltitantes!
Foi bem por volta dessa época que, há um ano, juntamos as ilustras da Mariana Massarani com o texto da Denise, fizemos *plin*, e tudo virou um livro. Como tudo o que a gente faz, é claro que todo mundo já esperava um sucesso, mas é sempre bom quando os bambambãs da literatura infantil e juvenil também fazem esse elogio. E, acreditem, ganhar um tapinha nas costas da FNLIJ é das melhores coisas que podem acontecer a quem trabalha com crianças e adolescentes no mercado editorial.
É ou não é um baita presente de aniversário esse que o Pirata ganhou? Uma viagem pra Bolonha, um abraço da FNLIJ e vários companheiros de catálogo, pra ver se ele fica um cadinho menos só. 
Todo o nosso carinho pra Mari, pra Denise e pra nossa equipe pela primeira grande bola dentro do ano. 2012 tá começando redondinho, redondinho...

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Hora do banho!

Ilustração de Cris Alhadeff para o livro O banho de Nina
Isso é que é timing! Não foi à toa que o lançamento de O banho de Nina foi marcado pra fevereiro, mais especificamente pro próximo domingo, dia 12. Mês de calorão senegalês solzão, praia da Barra é assim: só com muita água! Já pensou passar 30 dias de 40 graus ininterruptos sem poder tomar um banhozinho sequer?
É por isso que a Nina anda superpreocupada... E se água do mundo acabar? Mas, com tanta água no mar, não tem com o que se procupar. Ou tem? Nina descobriu que água do mar não serve pra beber nem pra banhar (só se for na praia). E agora? Agora só economizando, oras!
É na Livraria da Travessa do Leblon que Ana Cristina Melo apresenta sua solução para ensinar às crianças como serem ecologicamente responsáveis. Afinal, é de pequenino que se torce o pepino ;-)

Falar de sustentabilidade, às vezes, é meio chato pras crianças, né? Mas a Ana conseguiu dar tanta leveza à mensagem, que duvidamos muito que alguma criança vá chiar quando descobrir sobre o que é o livro! E ainda tem as  ilustras da Cris Alhadeff, dando uma bela cara infantil a esse assunto de gente grande.

Partiu prolongar o papo lá na Travessa, domingo, às 16 horas? Para mais informações é só clicar no convite abaixo.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Um lançamento quase hollywoodiano

dono da lua já é um hit antes do lançamento. Talvez seja a capa maravilhosa da Martha Werneck, talvez seja a originalidade da história de Ronize Aline, talvez sejam os mistérios que crescemos ouvindo sobre esse lindo satélite. Ainda não identificamos o que exatamente anda fazendo com que todo mundo que só viu o livro no nosso blog Livros fique perguntando sobre ele. Sério mesmo! Só hoje, foram uns cinco e-mails querendo saber do dito-cujo. 
Realmente, não é difícil ficar superencucado com uma história sobre o possível desaparecimento da Lua, né? Nossa autora sabe mesmo como atiçar a curiosidade da galera.Também não é difícil querer pegar as ilustras da Martha pra levar pra casa e pendurar na parede. Taí, acho que sacamos porque todo mundo quer um pedacinho do O dono da lua!
Então, queridos curiosos de plantão, a espera de vocês está com data marcada pra acabar. Domingo (05/02), a Ronize e a Martha estarão na Livraria da Travessa de Ipanema  com ouvidos abertíssimos aos elogios de vocês. Por enquanto somos só uma capa bonita e vocês já estão assim, em polvorosa. Quando abrirem o livro... xiiiii! Haja caixa de e-mail pra receber parabéns =)
Bem, o convite está aqui embaixo pra todo mundo saber como proceder.
Nos vemos lá!