terça-feira, 30 de novembro de 2010

Cotidiano

Hoje eu gostaria de contar-lhes, em linhas gerais, como é o cotidiano de nossa editora, imagino que alguns devem ter curiosidade sobre isso, né? Então, vamos lá.
O trabalho editorial propriamente dito começa com a escolha dos títulos, ou seja, com a análise dos originais que os autores nos enviam espontaneamente ou que encomendamos. Isto demanda um tempo de leitura e análise. Em se tratando de títulos nacionais, decidido que o original deve ser publicado, começa  a etapa de edição do texto. O original é enviado a um preparador/ preparadora de originais que fará a edição do texto propriamente dita observando as diretrizes da coordenadora editorial – eu­ – para o tratamento do texto (aqui, na Escrita Fina, em muitos textos, sou  eu mesma, a coordenadora, quem faz a preparação do original). Paralelo a isso, vão se desenrolando as conversas com um designer para a criação do projeto gráfico de capa e miolo (algumas vezes designers distintos fazem o projeto da capa e do miolo de um mesmo livro). No caso da literatura infantil, se desenvolve também nesse momento o acordo com um ilustrador (às vezes o designer é também o ilustrador).
Depois que termina a preparação, quando é feita por terceiros, analisamos as indicações de mudança do preparador(a), e as efetuamos,  se, realmente, ao cabo de nossa análise, as julgamos procedentes.
Em seguida, o texto é enviado para o designer e é criado definitivamente o projeto gráfico. Então se impõe o momento dos ajustes desse projeto, o que equivale a dizer que o texto passará muitas vezes das mãos do designer para as mãos da equipe editorial e vice-versa, tudo para lapidar ao máximo o livro. Finda essa parte, o texto segue para revisão (o infantil e o juvenil devem ter pelo menos duas revisões, mas o ideal são três, uma vez que estamos lidando com leitores em formação). Quando volta da revisão, temos que  checar (avaliar) as emendas sugeridas pelo revisor. Após checadas, vão para o designer para serem inseridas aquelas que são realmente necessárias. Depois de inseridas, o designer manda de volta para batermos as emendas, ou seja, verificarmos se todas foram realmente inseridas. Concomitantemente, se o livro tem ilustrações, elas também estarão sendo ajustadas, porque as ilustras não nascem sempre perfeitas. Por fim, enviamos o pdf final para os autores fazerem sua última leitura e darem sua aprovação. Vale dizer que até o derradeiro minuto antes de enviar o arquivo para a impressão (no nosso caso sempre na maravilhosa gráfica Stamppa), alterações podem e costumam ocorrer.
Bom, resumidamente, é este o nosso dia a dia na Escrita Fina.
Essa deliciosa rotina editorial eu comecei , sozinha, em agosto de 2009 (agora estou nas ótimas e eficientes companhias de Carol e Luíza) e não posso deixar de agradecer a pessoas queridas que me apoiaram e me auxiliaram  nesse iniciozinho, pessoas que confiaram em mim: Fábio Sombra, Laura Bergallo, Heloisa Prieto, Helena Gomes, Janaina Tokitaka, Gustavo Bernardo, Amâncio Leão, Moisés Liporage, Angélica Lopes, Ana Letícia Leal, Sandra Lopes, André Côrtes, John Lee Murray, Martha Werneck, a equipe do Studio Creamcrackers e a minha maravilhosa amiga, tantas vezes meu prumo e meu discernimento, Cristiane de Andrade Reis.
Meu carinho,
Laura van Boekel

Obs.: estamos saindo daqui a pouco para o lançamento do livro E aí, Bicho?, do Luís Ernesto Lacombe e  da Escrita Fina, na Argumento do Leblon, a partir das 19 horas. Encontro vcs lá?

4 comentários:

Palavralida disse...

Olá, Laura, bom dia! Adorei seu blog, já estou te seguindo. Trabalho com livros há muitos anos e também sou apaixonada por eles. Como você falou aqui em infantis e na editora que trabalho ainda não temos esse segmento, quero te sugerir uma visita ao blog de um ilustrador: www.juliozartos.wordpress.com
Depois me conta o que achou.
Um beijo, Renata

Alexandre de Castro Gomes disse...

Dá trabalho mas é bom, não é? E ainda tem a divulgação e distribuição!
O blog de vocês está muito bacana. Ficou uma coisa íntima. Informal.

Pena que só li hoje, senão iria encontrar vocês na Argumento. O shopping fica atrás da minha casa.
Beijo grande!
Alex

Laura Bergallo disse...

A gente é que tem que agradecer seu talento e sua doçura!
Bjs!

Angélica Lopes disse...

Laura,
nós adoramos fazer parte desse sonho, junto com você.

Angélica