sexta-feira, 24 de agosto de 2012

25 dicas supimpas pra se tornar um escritor (ainda) melhor

foto de http://www.flickr.com/people/spaceamoeba/


Vagando por essa belezura que é a internê, nos deparamos com esse apanhado do 99u.com: 25 dicas para escritores... por escritores! Afinal, quem melhor pra nos aconselhar do que aqueles que mais entendem do riscado? 
Como somos legais e sabemos que alguns de vocês não foram alfabetizados em inglês, vai uma forcinha escritafinense com um resumão em tradução (bem) livre. Simbora?
1 - O óbvio ululante, por PD James: em vez de ficar pensando em escrever, sente o rabicó na cadeira e escreva logo de uma vez, ora pois!
2 - Steven Pressfield: não hesite! Isso é autossabotagem das brabas. Em outras palavras ... sente o rabicó na cadeira e escreva logo de uma vez!
3 - Esther Freud: escolha um momento do dia só pra escrever. Mas é só pra escrever mesmo! O resto pode esperar ;-)
4 - Zadie Smith: off-line, queridos! Nada de internet ligada na hora de espancar o teclado.
5 - Kurt Vonnegut : escolha um tema que você curta bastante. É a paixão que faz os bons romances (ou o que quer que você escreva)... as firulas linguísticas são o de menos.
6 - Mary McKenna: organize-se! Mas organize-se do seu jeitinho. Se o seu jeitinho é uma zona, mas você se acha nela, tá tranquilo. Isso é parte do seu processo criativo e vai impactar bastante no resultado final da sua obra-prima. 
7 - Bill Wasik: estrutura. Criar uma estrutura pro seu texto vai te dar uma ajuda bacana na hora em que aquele branco apavorante bater. 
8 - Joshua Wolf Shenk: tenha coragem de escrever mal. Sabe quando surge aquela ideia genial? Passe rapidinho pro papel, assim, sem grandes pretensões. Depois, bem depois, é que vale a pena consertar e reconsertar tudo. Mas o rascunho é no vapt-vupt!
9 - Sarah Walters: disciplina. Estabeleça uma meta e mande ver.
10 - Jennifer Egan: não se cobre tanto! Não são todos os seus textos que vão ganhar o Nobel de Literatura e isso não é vergonha nenhuma. Alguns até vão sair uma porcaria,&nbs p;e aí lembrem-se do tio Joshua na dica 8: tenha coragem de escrever mal!
11 - AL Kennedy: muito medo e tudo o que você vai conseguir é o silêncio. Então sejam como o Simba e riam na cara do perigo
12 - Will Self: não chore sobre o leite derramado. Começou um rascunho? Termine! Sem olhar pra trás, sem rever detalhes. Escrever é escrever, editar é editar - e editar é só depois do texto pronto.
13 - Haruki Murakami: atenção, concentração!
14 - Geoff Dyer: tenha muitas, muitas ideias.
15 - Augusten Burroughs: faça amigos que curtam escrever também. Assim um impulsiona o outro.
16 - Neil Gaiman: quando alguém tem um feeling de que algo não tá muito bacana, na maioria das vezes ele tá certo. Ma s se apontarem o erro e disserem como conserta r... xiiiii! Quase sempre é furada!
17 - Margaret Atwood: dê o seu texto pra uma segunda pessoa ler. Mas não dê pros namorados pra não dar briga =p
18 - Richard Ford: inspire-se na história de sucesso dos outros.
19 - Helen Dunmore: termine sua cota de escrita diária naquele momento exato em que você gostaria de escrever ainda mais.
20 - Hilary Mantel: deu branco? Arrume outra coisa pra fazer. 
21 - Annie Dillard: vai dar um nervosinho básico quando você vir o seu texto tomando forma. Não dê ouvidos a ele e continue escrevendo. 
22 - Cory Doctorow: escreva independentemente do que estiver acontecendo a seu redor. 
23- Chinua Achebe: faça o melhor que puder e dê tudo de si.
24 - Joyce Carol Oates: perseverança. A vida tá ruim? Tomou um pé do namorado? Levou bomba na prova? Continue escrevendo!
25 - Anne Enright: o único jeito de escrever é... seguir escrevendo. E assim voltamos ao querido óbvio ululante de PD James: sente o rabicó na cadeira e escreva logo de uma vez!

3 comentários:

Ana disse...

Foi o que eu fiz e olha no que deu... :)

Escrita Fina Edições disse...

Ainda bem, Ana =)

Lívia Carolina disse...

Deu até uma vontade de sair escrevendo... rs